terça-feira, abril 10, 2012


Aquilo que você sempre quis.

2

Você vai sentir minha falta, e não adianta negar isso, nada vai apagar as inúmeras vezes que ouvi da sua boca o quanto eu estava sendo única. A única capaz de mudar a sua vida, capaz de transformar o garoto que você era em homem. Você não vai conseguir apagar meu número da sua agenda, e muito menos vai ser capaz de rasgar nossas fotografias. Me apagar da sua vida sequer vai passar pela sua cabeça.
Você não é o tipo de cara comum que se apaixona por qualquer uma. Pode até ser que você olhe outros corpos, sinta outros cheiros, prove outros gostos, pode até ser que consiga ter dois encontros com uma mesma garota, mas não vai passar disso; você sabe muito bem. Você passou muito tempo tentando encontrar alguém indiferente, que desviasse o olhar quando você tivesse começando a desvendá-lo, que tivesse o sorriso misterioso e que a risada fizesse você ter vontade de sorrir junto,que te deixasse louco de saudade a ponto de te fazer ligar às três da madrugada só pra dizer que tinha sentido falta daquela voz estridente e das piadas mais sem graça da face da Terra. Você tentou várias vezes encontrar alguém que te deixasse curioso, alguém que te fizesse perder o sono por não conseguir decifrar as entrelinhas daquela conversa que durou horas, aliás, você sempre quis ter alguém com quem conversar horas seguidas sem se sentir entediado ou com vontade de se despedir.
Você queria ter tudo e ser nadaVocê sempre soube que garotinhas bobas, frágeis e com o corações prontos para serem entregues se viciariam em você mesmo antes de terem te provado. Convencido, egocêntrico e cheio de si, você praticamente me esperava e, quando encontrou, teve medo. Pode admitir, você não soube o que fazer quando eu não te dei o número do meu celular, ficou sem suas velhas frases prontas quando eu afirmei que você era apenas mais um desses garotos sem graça, que sentiam prazer em borrar rímel e não batom, corpo sem cérebro praticamente. Eu vi a mudança brusca no seu olhar depois de ouvir isso, você praticamente gritou aos quatro cantos que eu tinha te ganhado, um pouquinho pelo menos. 
Você me ganhou um pouquinho, também; quando me ligou pela primeira vez dizendo que eu deveria escolher melhor minhas amizades ou simplesmente proibir que elas repassassem meu número. Me ganhou um pouquinho mais quando me levou pra aprender a pilotar, depois de passar dias insistindo no seu convite de me levar pra algum lugar. Você queria que eu conhecesse o seu mundo, enquanto eu estava fazendo de tudo para não permitir que você entrasse no meu. Nós nos ganhamos um pouquinho cada vez mais. Mas nunca estivemos prontos pra abrir mão de nós mesmos, você nunca esteve pronto pra se entregar à alguém e eu sempre tive medo de pertencer a outra pessoa que não fosse eu mesma. Nós não podemos ficar juntos sempre e, quando ficamos separados, isso nos destrói ainda mais.
Você vai sentir minha falta e vai continuar me ganhando um pouquinho mais cada vez que voltar. Só não demora tanto quanto da última vez, pode ser? Eu ainda não aprendi o que fazer com o que eu sinto quando você não está aqui.

2 comentários:

Queen of Cupcake disse... [Responder Comentário]

Hey, adorei seu cantinho. segue e comenta o meu? sigo de volta . beijinhooooos http://queenofcupcakeblog.blogspot.com.br/

Esvazie-se disse... [Responder Comentário]

@Queen of Cupcake Olá, fico feliz que tenha gostado! Vou dar uma olhada, se eu me identificar, sigo, sim. Beijos e obrigada por comentar.

Postar um comentário